terça-feira, 1 de março de 2011

As Barcarolas



Seguem as velhas barcarolas
Pelo destino levadas...
Carregadas com cansaços
Nas águas atormentadas.


Barcarolas, velhas barcas...
Longe vão, deixam tristezas;
Um porto vazio, meu peito,
Nessa vida de incertezas.


Vão guiadas pelo fado,
Travessando as madrugadas.
Partem levando as saudades
Das almas no cais deixadas.
                                      Carleone Filho

Nenhum comentário:

Postar um comentário